Uberlândia-MG,  - 15/12/2017
A Crepaldi® Advogados enxerga seu problema por outro ângulo: o da solução.
Home  |  Áreas de Atuação  |  Histórico  |  Profissionais  |  Clientes  |  Livros  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Downloads  |  Oração  |  Contato
 

TRF 1ª Região - Portador de AIDS é isento de IR
08.02.2013 - 11:00


Untitled document

Recebimento do benefício de aposentadoria por portador de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é considerado isento de imposto de renda. Esse foi o entendimento da 7.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região ao analisar recurso interposto pela Fazenda Nacional.

Na apelação a Fazenda Nacional sustenta, entre outros argumentos, que, conforme consignado em parecer da junta médica pertencente ao quadro funcional da Superintendência de Administração do Ministério da Fazenda do Estado da Bahia, o demandante foi tido como indivíduo assintomático, isto é, portador do vírus HIV que não apresenta qualquer sintoma específico da doença. Nesse sentido, requereu a reforma da sentença que isentou o autor do recolhimento de imposto de renda sobre os proventos de sua aposentadoria.

Ao analisar o caso, o relator, juiz federal Naiber Pontes de Almeida, contestou os argumentos apresentados pela Fazenda Nacional. “O fato de a junta médica da Secretaria Executiva do Ministério da Fazenda/BA ter concluído que o autor não apresenta evidências da doença e ou incapacidade gerada por ela, não se mostra suficiente para revogar a isenção antes reconhecida”, explicou.

Segundo o magistrado, o promovente encontra-se acometido de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS), conforme laudos médico acostados nos autos. “Tais provas são suficientes para atender ao propósito da disciplina legal para a isenção pretendida”, afirmou.

E complementou: “De acordo com entendimento recente do Supremo Tribunal Federal, o julgador pode, corroborado pelas provas dos autos, entender válidos laudos médicos expedidos por serviço médico particular, para fins de isenção do imposto de renda”.

Com tais fundamentos, a 7.ª Turma, de forma unânime, negou provimento à apelação formulada pela Fazenda Nacional.

0023247-53.2011.4.01.3300/BA

JC

Data do julgamento: 22/01/2013
Data da publicação: 31/01/2013


Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Regional Federal da 1.ª Região 

"Devemos procurar ter uma participação ativa na construção de um futuro melhor, mais digno, mais transparente e mais justo."
Rua Antônio de Souza Franqueiro, 247 - Bairro Jardim Finotti – CEP: 38408-114 - Uberlândia-MG - Tel.: (34) 3214-2880
With that, Hublot continues with its assault of infiltrating all types of replica watches sale sports. While this might not win the approval of many replica watches sale WIS, it will more than likely continue to make Hublot successful and help sell more watches. Can you fault the good folks from Nyon, for rolex replica uk capitalizing on this winning formula? Even if it's designed for a small segment of the population... I think no. On a very personal note, I never want to be the person hating on others' success. In fact, I strive and replica watches uk try to applaud it and learn from it instead. Another thing worth mentioning is that while it is replica watches uk unclear just how many hardcore watch-lovers Hublot will keep on attracting to its corner, replica watches sale it is easier to guess when it comes to the affluent people who feel an attachment to one of the many sports, partner companies, or replica watches uk ambassadors in Hublot's stable.