Uberlândia-MG,  - 15/12/2017
A Crepaldi® Advogados enxerga seu problema por outro ângulo: o da solução.
Home  |  Áreas de Atuação  |  Histórico  |  Profissionais  |  Clientes  |  Livros  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Downloads  |  Oração  |  Contato
 



CURSO BÁSICO DE CONTABILIDADE DE CUSTOS
Silvio Aparecido Crepaldi


5ª edição (2010)
Páginas: 384 páginas
Formato: 17X24
ISBN: 9788522458288


Sinopse:

Esta obra foi pensada em você, estudante e concursando. Visa demonstrar o sistema de avaliação dos estoques dos produtos existentes na empresa e por ela produzidos. Entretanto, a Contabilidade de Custos vem evoluindo e modernizando-se, deixando de ser mera auxiliar na avaliação de estoques e de lucros globais, para tornar-se um importante instrumento de controle e de suporte às tomadas de decisões.

O livro reúne as características básicas para o ensino da Contabilidade de Custos: é didático, no sentido de tornar facilmente assimiláveis os fundamentos teóricos e as bases operacionais dos processos descritos, dentro de uma abordagem atual, prática e objetiva. Inicialmente, mostra que a Contabilidade de Custos é uma técnica utilizada para identificar, mensurar e informar os custos dos produtos e/ou serviços. Justifica a formulação de controles internos como formas de redução e reestruturação de custos e os aspectos que determinam condições de minimizá-los. Identifica os critérios de rateio empregados para sua distribuição aos departamentos. Calcula os custos na produção por ordem ou encomenda e na produção contínua ou em série.

Também, calcula o custo de um produto ou serviço por meio do sistema de custeio por absorção e sistema de custeio variável, identificando a margem de contribuição, o ponto de equilíbrio e a margem de segurança para fins decisórios e gerenciais. Interpreta as relações custo/volume/lucro para a empresa e mostra algumas comparações entre o sistema de custeio por absorção e o sistema de custeio variável. Reflete sobre a importância de se conhecer e identificar que a formação de preços é um fator determinante para a sobrevivência da exploração da atividade da empresa.

Em resumo, o conteúdo da obra é o seguinte: Contabilidade de custos; Custos diretos; Custos indiretos; Custo dos produtos vendidos (CPV); Sistema de acumulação de custos; Métodos de custeio; Sistemas de custeio; Custeio ABC: custeio baseado em atividades; Orçamento e análise do lucro bruto; Formação do preço de venda.

O que diferencia este livro da bibliografia existente sobre o tema são os exercícios, com seus respectivos gabaritos, apresentados no final dos capítulos.

Livro-texto para a disciplina Contabilidade de Custos dos cursos de graduação em Ciências Contábeis, Administração, Economia e outros. Por seu cunho atual, prático e objetivo, é recomendado como manual de consulta para contadores, administradores, economistas, além de outros profissionais, e principalmente para os gerentes envolvidos no processo de planejamento, elaboração, controle e gestão de custos de produção. Oferece informações para capacitar os profissionais sobre vários temas concernentes a esse ramo de Custos, tanto no seu aspecto teórico, quanto prático, possuindo, portanto, a meta de facilitar a rotina dos operadores e aplicadores da metodologia de Formação do Preço de Venda. Propicia uma fonte de consulta rápida e prática que alia o estudo dinâmico e a completa revisão das disciplinas de Contabilidade de Custos para exames e concursos.

 

SUMÁRIO

Apresentação

1 Contabilidade de custos, 1
1.1 Natureza, importância e finalidade, 1
1.2 Objetivos do estudo de custos, 2
1.3 Conceito, 2
1.4 Aparecimento da contabilidade de custos, 3
1.5 Objetivos da contabilidade de custos, 5
1.6 Localização da contabilidade de custos, 5
1.7 Conceitos básicos em custos, 6
1.8 Classificação de custos, 8
1.8.1 Os custos quanto a sua apropriação aos produtos podem ser, 8
1.8.2 Quanto ao nível de atividades os custos classificam-se em, 8
1.8.3 Outros conceitos, 10
1.9 Classificação das despesas, 11
1.10 Princípios e conceitos contábeis aplicados à contabilidade de custos, 12
1.11 Plano de contas na contabilidade de custos, 14
1.12 Exemplo de contas de balanço (integrais), 16
1.13 Sistema básico para apuração de custos, 18
Exercícios, 18
Questões, 20
Exercícios propostos, 26

2 Custos diretos, 39
2.1 Definição, 39
2.2 Material direto, 39
2.2.1 Tipos de material direto, 40
2.2.2 Custo do material direto adquirido, 40
2.2.3 Avaliação de estoques, 42
2.2.4 Inventário periódico, 42
2.2.5 Inventário permanente, 42
2.3 Métodos de avaliação de estoques, 43
2.3.1 Preço específico, 43
2.3.2 Fifo ou Peps - Primeiro a entrar, primeiro a sair, 44
2.3.3 Lifo ou Ueps - Último a entrar, primeiro a sair, 45
2.3.4 Custo médio ou média ponderada, 45
2.3.5 Sistema ABC dos estoques, 48
2.4 Lote econômico de compras, 48
2.5 Custos com mão de obra direta, 49
2.5.1 Diferença entre mão de obra direta e indireta, 49
2.6 Custo dos encargos sociais, 49
2.7 Outros gastos decorrentes da mão de obra, 51
2.8 O custo do emprego, 51
Problemas, 53
Questões, 57
Exercícios propostos, 76

3 Custos indiretos, 92
3.1 Definição, 92
3.2 Rateio do CIF, 93
3.3 Departamentalização, 95
3.4 Centros de custos, 98
3.5 Predeterminação dos custos indiretos de fabricação, 99
3.5.1 Determinação da taxa do CIF, 99
3.5.2 Contabilização dos CIFs aplicados, 100
Problemas, 101
Questões, 105
Exercícios propostos, 110

4 Custos dos produtos vendidos - CPV, 127
4.1 Definição, 127
4.2 Apuração do CPV, 127
4.2.1 Etapas na apuração do CPV, 129
4.3 Contabilização, 131
Problemas, 136
Questões, 140
Exercícios propostos, 160

5 Sistemas de acumulação de custos, 190
5.1 Definição, 190
5.2 Tipos de sistemas de acumulação de custos, 190
5.2.1 Produção por ordem ou encomenda, 191
5.2.2 Produção contínua ou em série, 193
5.2.3 Contabilização dos custos registrados na produção contínua, 193
5.3 Quadro comparativo - produção por ordem e produção contínua, 198
5.4 Característica da produção, 198
5.5 Produção conjunta, 198
5.5.1 Coprodutos, 199
5.5.2 Critério de apropriação dos custos conjuntos, 199
5.5.3 Subprodutos, 199
5.5.4 Sucatas, 200
Exercícios propostos, 200
Questões, 204
Exercícios de fixação, 210

6 Métodos de custeio, 228
6.1 Definição, 228
6.2 Custeio por absorção, 229
6.3 Custeio variável (direto), 232
6.4 Resultados nos métodos de custeio, 235
6.5 Aplicações, 235
6.6 Vantagens e desvantagens, 236
6.7 Margem de contribuição, 236
6.8 Relações de custo/volume/lucro, 238
6.8.1 Ponto de equilíbrio, 239
6.8.2 Gráfico do ponto de equilíbrio, 242
6.8.3 Ponto de equilíbrio contábil, econômico e financeiro, 243
6.8.4 Margem de segurança, 249
6.8.5 Análise do custo/volume/lucro, 251
6.8.6 Grau de alavancagem operacional, 252
6.8.7 Comparação entre os métodos de custeio, 253
Caso prático, 254
Exercícios propostos, 256
Questões, 260
Exercícios de fixação, 274

7 Sistemas de custeio, 295
7.1 Definição, 295
7.2 Custo histórico, 295
7.3 Custo-padrão, 296
7.4 Objetivos, 296
7.5 Conceito, 296
7.6 Tipos de custo-padrão, 299
7.7 Dimensões do custo-padrão, 299
Exercícios propostos, 304
Questões, 306
Exercícios de fixação, 311

8 Custeio ABC: Custeio baseado em atividades, 321
8.1 Introdução, 321
8.2 Definição, 321
8.3 Sistema de custeio baseado em atividades, 322
8.4 Importância, 323
8.5 Vantagens e desvantagens do custeio baseado em atividades, 323
8.5.1 Vantagens, 323
8.5.2 Desvantagens, 324
8.6 Como iniciar o ABC, 325
Questões de múltipla escolha, 328

9 Orçamento e análise do lucro bruto, 336
9.1 Estratégia e orçamento empresarial, 336
9.2 Período de abrangência do orçamento, 337
9.3 Inter-relacionamento dos orçamentos específicos, 337
9.4 Acompanhamento orçamentário, 338
9.5 Orçamento: noções básicas, 338
9.6 Conceito, 338
9.6.1 Orçamento de vendas, 340
9.6.2 Orçamento de produção, 340
9.6.3 Orçamento de compras de matéria-prima, 341
9.6.4 Orçamento de mão de obra, 342
9.6.5 Orçamento dos impostos a recolher, 343
9.6.6 Orçamento do fluxo de caixa, 343
9.6.7 Orçamento de capital, 344
9.7 Análise da variação no lucro bruto, 344
9.8 Orçamento de itens de linha, 345
9.9 Orçamento por exercícios limitados, 345
9.10 Previsão e orçamento de base zero, 345
9.11 Orçamento flexível, 346
Exercícios propostos, 347
Questões, 350
Exercícios de fixação, 352

10 Formação do preço de venda, 358
10.1 Considerações sobre preço, 358
10.1.1 Informação, 358
10.2 Estratégias de preços, 359
10.3 Critérios dos custos, 360
10.3.1 Fixação de mark-up, 360
10.3.2 Fixação de margem, 361
10.3.3 Fixação do ROI, 361
10.4 Critério da demanda, 362
10.4.1 Preço de penetração/baixo, 362
10.4.2 Preço de paridade, 362
10.4.3 Skimming/premium, 362
10.5 Critério da concorrência, 363
10.6 Estratégias mistas, 363
10.7 Administração de preços, 364

Bibliografia, 365



"Devemos procurar ter uma participação ativa na construção de um futuro melhor, mais digno, mais transparente e mais justo."
Rua Antônio de Souza Franqueiro, 247 - Bairro Jardim Finotti – CEP: 38408-114 - Uberlândia-MG - Tel.: (34) 3214-2880
With that, Hublot continues with its assault of infiltrating all types of replica watches sale sports. While this might not win the approval of many replica watches sale WIS, it will more than likely continue to make Hublot successful and help sell more watches. Can you fault the good folks from Nyon, for rolex replica uk capitalizing on this winning formula? Even if it's designed for a small segment of the population... I think no. On a very personal note, I never want to be the person hating on others' success. In fact, I strive and replica watches uk try to applaud it and learn from it instead. Another thing worth mentioning is that while it is replica watches uk unclear just how many hardcore watch-lovers Hublot will keep on attracting to its corner, replica watches sale it is easier to guess when it comes to the affluent people who feel an attachment to one of the many sports, partner companies, or replica watches uk ambassadors in Hublot's stable.